FeNaVerdade.com

Citações: Adoração é Arte ? – (John Piper)

“Um resultado que tenho observado repetidamente, quando o enfoque do culto em comunidade passa a ser o que temos a oferecer para Deus, é uma ênfase sutil não sobre Deus, mas sobre a qualidade do que oferecemos. Estamos cantando de maneira digna do Senhor? Os músicos estão tocando à altura do dom que Deus lhes deu? A pregação é uma oferta adequada ao Senhor? Pouco a pouco, deixamos de nos concentrar no caráter absolutamente indispensável do Senhor em si e passamos a olhar para a qualidade daquilo que estamos fazendo. Passamos até a definir a excelência e o poder no culto em termos da superioridade técnica das nossas apresentações artísticas. A melhor maneira de manter Deus no centro do culto é ter a convicção bíblica de que a essência da adoração é uma satisfação profunda e sincera no Senhor e a certeza de que a busca dessa satisfação com temor e tremor é o motivo de estarmos reunidos.”

Por John Piper

Fonte: CanteAsEscrituras.com

A primeira oração que aprendi quando criança foi uma simples ação de graças à mesa de refeições: “Deus é grande; Deus é bom; e nós lhe agradecemos este alimento”. As duas virtudes atribuídas a Deus nesta oração, grandeza e bondade, podem ser definidas por uma única palavra bíblica — santo. Quando falamos da santidade de Deus, costumamos associá-la quase que exclusivamente com sua pureza e justiça. Certamente a ideia de  Continue lendo...

Dois dos grandes legados que recebemos da Reforma foram o princípio da interpretação pessoal da Bíblia e a sua tradução para a língua do povo. O próprio Lutero colocou em foco essas questões. Quando se apresentou diante da Dieta de Worms (um concilio no qual foi acusado de heresia por causa de seus ensinamentos), ele declarou: “A menos que eu seja convencido pela Escritura, minha consciência continuará cativa da Palavra  Continue lendo...