FeNaVerdade.com

Certa vez ouvi uma música entoada durante um culto a evangélico, e nessa música continha uma frase sem qualquer significado semântico, contextual e muito menos bíblico. Eu fiquei intrigado e perguntei a um irmão sentado ao meu lado se ele saberia me dizer o que o autor dessa música quis dizer e a resposta foi a seguinte “O autor colocou essa parte para que o “louvor” rimasse”. Por um momento  Continue lendo...

Quem já não se emocionou com uma canção de um intérprete, grupo, banda ou coral e não sentiu uma vontade de convidá-los para um momento inspirativo em sua igreja? Quem já não quis que os de sua congregação compartilhassem contigo das mesmas canções que te emocionaram? Quem já não quis conversar e compartilhar experiências com os que “profetizam o melhor de Deus que sempre está por vir” ou “conquistam as  Continue lendo...

Vejam abaixo a linda canção escrita e interpretada por Stênio Marcius:

Fim de tarde no portão
A cabeça branca ao relento
Teimosia de paixão
Faz das cinzas renascer alento

Na estrada o seu olhar
Procurando um vulto conhecido
Espera um dia abraçar
Quem diziam já estar perdido

O seu amor é tão forte
Mais que o inferno e a morte
São torrentes que arrebentam o chão
Mais fácil secar os mares
Apagar a estrela antares
Que arrancar o amor de seu coração
Fim de tarde se debruça no portão

Mas um dia aconteceu
E o moço retornou mendigo
O pai depressa correu
E abraçou o filho tão querido

Tragam roupas e o anel
Calçem logo os seus pés, milagre!
Vinho do melhor tonel
Tanta alegria em mim não cabe

O seu amor é tão forte…..
Fim de tarde está deserto o portão

Clipe:

O que mais te revolta? Qual é o motivo da sua maior indignação? Seria a injustiça, a pobreza, a incredulidade, a falsidade, a falta de amor ou qualquer outra coisa? O que sei é que pessoas especiais são aquelas que conseguem converter a sua ira, a sua revolta em atitudes para mudar. Como exemplo disso, temos pessoas comuns que foram referências na época em que viveram. Moisés se revoltou contra  Continue lendo...